quarta-feira, 15 de julho de 2009

Alistamento Militar


Não podia deixar de compartilhar essa minha experiência com vocês.
Todos nós sabemos que ao completar 18 anos o homem é OBRIGADO a se alistar no exército e toda aquela palhaçada sem fim. Bem, comigo não foi diferente:
Hoje fui me apresentar no TG ( Tiro de Guerra), como a minha cidade é muito pequena ao invés de fazermos o alistamento no exército, como fazem os homens da "cidade grande", nos alistamos lá.
O dia já começou mal porque eu tive que acordar cedo e dormi tarde assistindo a estreia do novo seriado da MTV: Descolados. Morto de sono eu fui tateando a parede até encontrar a porta do banheiro, sai leve, livre e solto e fui pegar um MOTO TAXI( eu queria muito omitir essa parte da história, mas comprometeria o entedimento dela), até ai tudo bem, mas eu fui para lá de mochila,BERMUDA E SANDÁLIA!! Como eu ia adivinhar que não podemos ir de esporte fino para esses locais? Peguei uma MOTO TAXI de volta para casa e fui trocar a maldita roupa. De roupa trocada e de fé extremamente abalado com relação ao bom andamento de meu dia, eu voltei para a fila que já estava enorme. Não conhecia ninguém. Os homens de lá eram assustadoramente feios, parecia estar havendo uma competição para verem quem era o mais feio. Eu fui desclassicado de primeira junto com outras exceções(hihi).
A fila começou a andar, eu estava tenso, suando frio, gays em locais como esse... não é nada bom. Para começar pediram para eu abrir a mochila, lá continha: Um livro, uma revista, papel higiênico, bejú ( para quem não sabe é uma comida tipica da Bahia) e por última, masn não menos importante a minha caixa daquelas que contém base, sabe? Só que não tinha base, eu usava o espelho somente, no entanto foi o suficiente para ser esquisito. O soldado disse:
- Você tem um pouco de tudo nessa bolsa, não é mesmo? bem, agora vá! Corra, se não correr vai voltar, rápido! ( "Vai bambi, vai! Corra! - Ele pensou)
Balancei a cabeça afirmativamente e sai... andando.
Fiquei horas sentado no sol, encontrei uns amigos do cursinho, mas estvam longe demais para podermos conversar. Comecei a ficar cansado e estava com vontade de vomitar. Depois de um tempo leram os nomes das pessoas que foram dispensadas, essas deveriam formar uma nova fila do lado direito da quasdra em que estavamos, eu estava resando para Zeus que meu nome estivesse na droga da lista e UFA! Meu nome estava lá. Mas é claro que nem tudo podia ter dado certo, estamos falando de mim, do Murillo, eu atraio o azar e situações dasastrosas como um imã.Fiz tudo certinho para não chaamr a atenção,até cantei o Hino Nacional, droga.Pediram para que todos ficassem de pé e o soldado bradou:
-Algum de vocês gostaria de voltar atrás e se alistar?
O silêncio reinou na quadra. Segundos depois o soldado olha na minha direção,aponta e diz:
-Você!
Eu olho para trás, faço cara de blasé e digo apontando para mim mesmo:
Eu?
Soldado:- Sim, você! Quer se alistar?
O desespero possuiu o meu corpo, o sangue subiu a minha face e com a cara de quem foi acusado de uma injustila tremenda eu disse gaguejando:- E-eu n-não!
Soldado: Vá para retaguarda.
Enfim, as filas foram se desfazendo e as pessoas foram se dispersando. Em pouco tempo tomaram os rumos de suas casas. Meus amigos ficaram me esperando na porta até eu sair, queriam ver se eu tinha me ferrado ou não. Estavam rindo, cretinos!
Se eu esperei? Não, não esperei. Adoro essa posição, mas não hoje! Não hoje.

8 comentários:

Dama de Cinzas disse...

Até onde eu sei, quando eles percebem que o rapaz é gay eles dispensam e graças a Deus é assim! Ninguém merece servir obrigado, seja hetero ou gay! Mas creio que os gays tem menos vontade de participar dessa palhaçada... rs

Beijocas

Apenas Alguém disse...

ainda bem q eu me livre do exercito
tbm com a penca de atestado falsos que eu dei lá na hora, rsrsrs. e ainda fui com um óculos fundo de garrafa (tive q pegar o do meu avo)

Mariposo-L disse...

Sabe que eu me livrei, alias tive a chance de ir para cpor ou ficar livre só porque eu já estava na faculdade ...

mas hoje se fosse hoje em dia acho que queria servir e seguir carreira ....

Um abraço

Mariposo-L disse...

Um detalhe Mariposo-R, drviu o exercito e conta cada historia "cabeluda" do tempo em que estava no puteiro opssss exercito ....kkkk

Um abraço

Homorango disse...

Hahahaha, tô imaginado a cena. macho, como é que tu leva um pankeke pra se alistar? ô comédia...
Em setembro vou estar no teu estado novamente. Salvador again!!!

Bjos...

Eu amo a E.Y. disse...

Fala meu camarada, valeu pela visita ao meu humilde blog.

Eu também perdi um dia da minha vida com o alistamento. Felizmente sobrei, mas é um dia perdido. Isso sem contar que qualquer deslize é motivo para ser esculachado.

Um grande abraço!

Estrela disse...

Ainda bem que eu não preciso passar por isso (sou mulher) e graças a Deus o meu namorado também foi dispensado!!!
Vocês reclamam do dia perdido? Imagina quem é recrutado contra vontade? huauhuha coitados
Nem sei pra que tanto exercit, tantas armas, se o mundo não quer mais guerra, guerra parece coisa de homem das cavernas sei la, coisa atrasada


adorei o blog
bjos e ate +

Estrela disse...

Ainda bem que eu não preciso passar por isso (sou mulher) e graças a Deus o meu namorado também foi dispensado!!!
Vocês reclamam do dia perdido? Imagina quem é recrutado contra vontade? huauhuha coitados
Nem sei pra que tanto exercit, tantas armas, se o mundo não quer mais guerra, guerra parece coisa de homem das cavernas sei la, coisa atrasada


adorei o blog
bjos e ate +