segunda-feira, 27 de outubro de 2008

Vacina contra homossexualidade.

Grupo anti-gay quer criar vacina para curar homossexualidade

"Por mais absurdo que possa parecer, existe coisa bem pior do que uma organização anti-gay: dezessete delas.Este é o número de "famílias" que se juntaram na Austrália para formar um grupo maior chamado "Gender Matters" (Questões de Gênero).Trata-se de um grupo que compartilha a total intolerância com relação aos gays e que, apesar de existirem a relativamente pouco tempo, já discutem estratégias para serem seguidas pela população australiana e do resto do mundo.A maioria dos pedidos é bastante severa e vai desde impedir totalmente qualquer tipo de união gay até proibir adoção de crianças por casais homossexuais. Porém, a proposta mais reacionária é a busca da "cura" para a homossexualidade. Isso seria possível com o desenvolvimento de uma vacina. Vale ressaltar que a criação da tal vacina seria patrocinada com dinheiro público. Trecho retirado do site do "Gender Matters": "Para acabar com a confusão que as novas sexualidades impõe, e para restaurar o devido entendimento sobre masculinidade e feminilidade e para proteger nossas crianças, a proposta é para ser vista como um guia para políticos. Os fundos públicos serão destinados à estudos para resolver os problemas de desorientação sexual patológica".Não obstante, o grupo anseia que as escolas ensinem aos garotos como serem extremamente masculinos. Garotas, por sua vez, terão aulas de como serem donas de casa nos moldes que nossas avós conheceram.

Fonte: http://mixbrasil.uol.com.br/mp/upload/noticia/6_77_69563.shtml

Qual a opinião de vocês sobre isso?

11 comentários:

Veiga disse...

q bizonho... fala sério.

www.trocistas.com

NerdMan! disse...

Tomara que seja possivel cara O.o
Eu respeitos os homossexuais ma snão quero que tenha nenhum na família O.o

Euzer Lopes disse...

Sabe o que é mais impressionante?
Umas bestas têm essas idéias estapafúrdias e outras milhares de tão bestas quanto ainda seguem-nas.
Devia haver vacina contra esse tipo de gente.
Aliás, vacina exterminadora...

Michel Domenech disse...

Que loucura, vacina contra homossexualismo, pior é no Irã onde a punição é a morte.

Uriel Gonçalves disse...

Sabe o que é mais impressionante?
Umas bestas têm essas idéias estapafúrdias e outras milhares de tão bestas quanto ainda seguem-nas.
Devia haver vacina contra esse tipo de gente.
Aliás, vacina exterminadora... [2]
concordo completamente com isso.


Já foi mais do que provado que homossexualidade NÃO é uma doença.. como tu vai curar isso? ¬¬'

Publisher Girl disse...

Mas que abestalhação, hein!
Poupe-me.

Karla Hack disse...

Esta uma das coisas mais absurdas que eu ouvi nos últimos tempos!
Como se fosse uma doença!
Faça me o favor..
E, além do mais, ter aulas de como se deve portar o homem ou a mulher?
Que é isso?!
;P

bjus

Bisou Cherié disse...

o pior é que tem gente que acredita nisso, que uma vacina vai mudar a opção de alguém, é estúpido acreditar, e mais estúpido ainda pensar que pode dar certo.

Bisou Cherie disse...

oops, endereço errado!
Bisou Cherié:
www.luuuuize.blogspot.com

Carlos Eduardo disse...

O assunto tratado nesse post foi a coisa mais ridícula que li nesse mês - resalvando que o texto foi muito bem escrito. A segunda coisa mais ridícula foram os comentário dos Srs. Euzer Lopes e Uriel Gonçalvez que se mostraram totalmente primitivos aos declararem "Devia haver vacina contra esse tipo de gente.
Aliás, vacina exterminadora... "
Demonstraram que além de não ter fundamentos para crítica tem a capacidade de se igualarem aos componentes do infame grupo "Gender Matters". Enfim, já fugi do assunto..

Realmente - por homossexualidade não ser doença foi tirado o final 'ismo' - se não há doença, não há o que ser curado. Para descobrir a 'cura' para a homossexualidade, primeiro se deve achar as causas da mesma, e isso seria a mesma coisa que procurar pelas causas da heterossexualidade (Deveria isso também ser tópico do glorioso grupo Gender Matters?), ou seja, irracional.
O que realmente deveria estar em pauta e ter verdadeira relevância são assuntos como violência (de todas as espécies!), intolerância, falta de relacionamento inter-pessoal, meio-ambiente entre MUITOS outros.
Com quem eu vou ou não pra cama, quem eu amo ou deixo de amar, isso diz única e exclusivamente a mim.

Enfim..

http://putoanonimo.blogspot.com

Liz disse...

O engraçado é que algumas pessoas pensam que homossexualismo é doença.
Como assim curar homossexualismo com vacina?
Homossexualismo não é doença e tampouco precisa de cura.
Eu acredito sinceramente que se ama um outro SER, com ânsias e vontades, com amores e raivas... Existe a sexualidade, voltada sempre para um objeto de desejo. Ter ou não a genitália igual é detalhe!

Beijos
www.lizziepohlmann.com