sexta-feira, 14 de agosto de 2009

A entrevista de Rozângela Alves.


Toda a comunidade LGBTT está chocada com a entrevista cedida pela psicóloga Rozângela Alves Justino para a veja, nela a mesma revela entender a homossexualidade como um distúrbio psicólogico, a declaração vai de encontro com o conceito formado pela Organização Mundial de Saúde que entende a homossexualidade como uma variante normal da sexualidade.Rozângela, revela dentre outros absurdos,que se dedicou a luta pela cura dos homossexuais, após receber um chamado de Deus enquanto escutava em sua casa o cd do Chico Buarque, frequenta a igreja batista e afirma ser vitima de preconceito pela sociedade e amigos de trabalho.

Ela ensina aos pacientes a resistir a seus instintos e negar a sua própria identidade ( só Zeus sabe lá como), fazendo com que acreditem que suas personalidades não são naturais, e que o fato de não se aceitarem não está relacionado com a opressão e preconceito da sociedade sobre eles. Acreditar no discurso dela é dar dois passos para trás no estudo da psicologia, é retroceder em 20 anos as pesquisas relacionadas a área, já que como disse no primeiro paragrafo desse texto a homossexualidade foi desconciderada como transtorno na década de 90.Ela chega ao absurdo de comparar os movimentos pró-homossexualismo ao Nazismo, uma comparação muito irresponsável por parte da entrevistada, que mostra não conseguir separar a sua vida religiosa da sua vida profissinonal.

O Conselho Federal de Psicologia está processando a psicóloga pela sua conduta, e espero que em breve estejamos livres das suas falcatruas.


- Para quem quiser ler a entrevista: Veja

- Quero agradecer ao Danthi Barbosa por ter indicado o tema e por acreditar na minha capacidade de escrever sobre ele.

9 comentários:

Pimenta disse...

Sem comentários,que pessoa patética.

Eu amo a E.Y. disse...

essa mulher é patética, mas da forma como a estão perseguindo, vão acabar fazendo com que ela pose de coitadinha sofredora. É tudo que ela quer para aparecer.

Abraço!

Dama de Cinzas disse...

Se eu não me engano, essa doida é ligada a alguma dessas religiões evangélicas... Affe... Tem que dar uma coça nessa infeliz!

Beijocas

Carla disse...

Oi!
Obrigado pela visita no blog, sim, existem muitos caras no hardcore que são apenas machões estúpidos, mas no Queercore a coisa fica mais interessante. O teu pai já sabe? e o Nerds Attack! Representam bandas queer brasileiras, a americana mais famosa é o Limp Wrist. É bem interessante, depois de uma olhada.
Abraço

F. disse...

Pois é, a carla já disse tudo.
Nesse site aqui você encontra também alguns zines queers (em inglês): http://qzap.org/v5/index.php?option=com_gallery2&Itemid=28

Abraço!

Eu amo a E.Y. disse...

Fala meu amigo, obrigado pela visita. Enquanto eu espero por ela (se é que algum dia ela virá...), vou levando vida. Também não pretendo vivem em eterna adoração a ela (risos). Já até namorei sério depois ter criado o blog (mas aí parei de postar em respeito à minha namorada na época).

Um abraço!

as viciadas disse...

Já tinha lido sobre essa louca.

adorei o blog babe, voltarei aqui de novo.no blog das viciadas, somos todas hetero flexiveis.hohoho.

beijos, viciada L.

Mariposa Louca disse...

muito interessante seu blog

gostei

Mariposa Louca disse...

ps: vou seguir, se quiser me segue tb
:D