segunda-feira, 2 de fevereiro de 2009


A parada gay do Brasil é uma das maiores do mundo, uma grande festa onde os homossexuais se expõem e exercem livremente a sua sexualidade, com direito a beijos em praça pública.Mas a parada gay deixou de ser ( ou nunca foi) um projeto político de militância para virar um simples carnal fora de época.

Para aqueles que olham do lado de fora e de forma conservadora essa festa consegue ser ainda mais assustadora do que o Carnaval convencional. A mídia usa de seu sensacionalismo para focar nos tipo mais estranhos e bizzaros, a promiscuidade rola solta.
Quanto a opinião com relação a festa se diverge até mesmo entre os homossexuais, uns declaram que a festa é uma bagunça,que denigre ainda mais a nossa imagem, outros adoram a festa e afirmam que ela fornece maior visibilidade as causas LGBT. Na minha opinião é uma boa festa, você não precisa necessariamente se unir a pessoas que não se valorizam, mas é apenas uma festa. Não há nela nenhum cunho político ou possa de alguma forma ajudar na militância ou na visibilidade das causas LGBT.
Sinto falta de projetos mais inteligentes para chamar a atenção da população para as nossas causas. Manifestações atráves da arte, da música, da dança, manifestações sofisticadas. Talvez no próximo post eu relate meu projeto neste blog.

Temos a primeira governadora assumidamente lésbica na Islândia, estou muito orgulhoso da nossa conquista, para mais informações leiam essa matéria: Johanna Sigurdardottir
http://br.noticias.yahoo.com/s/afp/090201/mundo/isl__ndia_governo

17 comentários:

Quase Amável disse...

Veja em sua postagem anterior meu comentario.

até mais!

abraços!!!

Dama de Cinzas disse...

Eu já fui duas vezes na Parada Gay de São Paulo, que pra mim é a maior e mais interessante! Me diverti muito, beijei muito na boca, tanto de homem como de mulher! E vi que tinham muitas famílias com criança pequena. Tinha todo tipo de gente! Adorei ver esse mix!

Beijocas

R. disse...

coincidencia mesmo! espero que ela ajude na visibilidade LGBT, né? e derrube um pouquinho do preconceito.

concordo com você quanto a parada, é apenas uma festa. Não tem nada de político e também não creio que seja degradante, claro que há o exagero, mas viva a liberdade!

beijos

Homorango disse...

A minha amiga, do Quase Amavel e do Menino Da Lenda, é de Jequie... Ela esta desde outubro aqui em Fortaleza... vê se tu conhece alguma Elianna (lesbica, morena, olhos mel)...

ricardoy82 disse...

Só fui na parada gay uma vez e achei uma grande bagunça, ainda mais ultimamente que cresceu mais ainda, mas como movimento ainda é valido. Esse seu blog é acima da média, muito bom!

Janaína Moraes disse...

Passando apenas para divulgar...

O sofá mais charmoso da

blogosfera está de volta.

Isso mesmo, ele voltou.

Não perca nem um detalhe.

http://aindamaisestorias.blogspot.com

Bjo e me linka.

.moony. disse...

oie o/
acho que a parada é um ponto de encontro, uma festona mesmo xD~ não acho que isso seja ruim, mas as questões políticas, a reinvindicação de direitos e tudo o mais, acho que devem ser feitas com outros projetos mesmo...
linda a foto ^^
teh +
o/*
.moony.

.moony. disse...

oie o/
acho que a parada é um ponto de encontro, uma festona mesmo xD~ não acho que isso seja ruim, mas as questões políticas, a reinvindicação de direitos e tudo o mais, acho que devem ser feitas com outros projetos mesmo...
linda a foto ^^
teh +
o/*
.moony.

Vitor disse...

É, a parada é uma simples festa onde pode-se beijar na boca em público sem ter medo de ser repreendido.

Não concordo com a lei sobre a homofobia, isso já é um preconceito consigo mesmo, o que tem de haver é uma lei contra qualquer tipo de preconceito, seja sexual, de raça, religião...

Os gays são simples seres e devem ser tratados como iguais, assim como um negro, um indio... O mundo só será perfeito quando todos souberem se respeitar.

Nelly disse...

Teu blog é muito foda, leio atenta.
=)

e eu acho a parada gay muito mara,bjs

Homorango disse...

Não, ela esta aqui em Fortaleza e vai pra Jequie dia 11 deste mês...

Nelly disse...

pois é, quem sabe com o tempo minha mãe pare de pressionar, quem sabe Oo'

Mas enfim, espero que o clima melhore por aqui né, aehauehue
beijo

Pedro Wolf Sá Muniz disse...

Parada gay?
Parada é a situação dos homo perante a política interna no Brasil, um país, que os gays não ganham nenhuma importância relevante quanto seus direitos, casamento, adoção e uma série de coisas das quais politicamente não se lutam. Fazer um carnaval na rua só mostra que "sim, nós existimos" e não "sim, nós existimos e queremos respeito", afinal, o sentido de carnaval - país do carnaval, amor de carnaval - não é lá muito respeitado. Os gays nunca irão conseguir nada, enquanto, em entrevistas que fiz na rua durante a Parada Gay do Rio, 90% das respostas - de pessoas homossexuais - serem que sim, parada gay, é uma parada somente de festa.

John Rômulo disse...

O pedro disse tudo! tenho extamente a mesma opinião!
Enquanto uma festa,um carnaval fora de época a parada gay é muito importante,mas é ridiculo pensar que com ela se vai conseguir alguma vitória politica.
Festejar n´so ja fazemos todos os dias! acho mesmo que a parada gay devria ser não uma festa ,mas sim uma celebração!

Vamos estudar gente.não será com drags e bays exibiando seus corpos que iremos conquistar alguma coisa eim!

Quase Amável disse...

Reparei que vc é de Jequié. Tenho uma amiga dai que esta aqui em fortaleza, e nós iremos pra "Je" no dia 12/02.

Obg pela sua postagem!!!

Branca disse...

Muito interessante seu post. Também acho que a parada perdeu um pouco o foco para se resumir num grande carnaval.
Posta seu projeto sim, fiquei curiosa.

Ótima sexta pra vc,
bjo carinhoso.

Clóvis sivolC disse...

Parada gay parece ser somente uma festa , n vejo a luta pelo preconceito, curioso sobre teu projeto.
abçs.